quarta-feira, 17 de agosto de 2011

A depender de mim

"[...]Se a alma finca pé, os medos somem
Menino, nunca deixe que te domem!
Mau pai dizia: o verdadeiro homem
Sabe o que quer, ainda que não queira;
Besteira é não seguir o coração.

Deste momento até a eternidade,
Eu levo entre mentiras e trapaças
Besta felicidade, frágil farsa
Do que preciso: riso, preces e paixão."

(Zeca Baleiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário